Fiv

O que é FIV?
A FIV é uma doença causada pelo vírus da imunodeficiência felina, que compromete a imunidade dos gatos, fazendo com que o animal tenha mais dificuldade de combater doenças simples, como uma gripe, ou mais graves. Os gatinhos com FIV ficam mais sujeitos a doenças oportunistas como periodontites, estomatites e dermatites. Há animais que não apresentam nenhum sintoma da doença ao longo da sua vida (assintomáticos).

 

Quais os cuidados com um gatinho que tem FIV?
Não há cura para a FIV, então, o ideal é tomar cuidados preventivos para evitar que o animal fique doente. Algumas dicas são: estressá-lo o menos possível (viagens, banhos, mudanças grandes na rotina da casa, etc.) e investir em uma alimentação de boa qualidade. Alguns veterinários também recomendam medicamentos para fortalecer o sistema imunológico. Isto porque, normalmente, são doenças secundárias que causam a morte do animal e não a FIV em si.

Como a FIV é transmitida?
A FIV pode ser transmitida de mãe para filhote, pela placenta ou amamentação e mordidas profundas.
Importante ressaltar que a FIV NÃO É TRANSMITIDA PARA SERES HUMANOS, NEM PARA OUTRAS ESPÉCIES. É UMA DOENÇA EXCLUSIVA DOS GATOS.

Gatos positivos para FIV podem conviver com negativos para a doença?
Se os gatos são castrados e tranquilos, a possibilidade de contaminação é quase nula. Porém, não há como garantir que um não vá morder o outro, no meio de uma briga, e transmitir a doença. Na Gatópoles, temos voluntários que têm gatos positivos e negativos para FIV, convivendo todos juntos, sem transmitirem a doença uns para os outros.

Como descobrir se meu gato tem FIV?
Para chegar ao diagnóstico de FIV e também de FELV (leucemia felina), é feito um exame de sangue em clínicas ou laboratórios veterinários. O resultado sai rapidamente.

Siga essas dicas:

  • Fique sempre atento a alterações nas gengivas, nos dentes, nas orelhas, no peso e na pelagem do gatinho;
  • Observe se está comendo pouco, bebendo muita ou pouca água e/ou se apresenta febre;
  • Caso note algo estranho, leve-o ao veterinário. Isso vale também para gatinhos que não são portadores de FIV.
Fonte: Gatinho Branco
Link: http://gatinhobranco.com/